Homem jovem fazendo uma carta de apresentação.
Categorias:

Carta de apresentação pronta: o guia completo para se destacar

 

 

A cada dia os processos seletivos se tornam mais acirrados. Por isso, além dos currículos e demais documentos para a inscrição, é comum que os recrutadores peçam uma carta de apresentação. 

Ela é uma maneira que os setores de Recursos Humanos usam para conhecer melhor seus candidatos. Por isso, ter uma carta bem escrita, personalizada e que comente suas qualidades profissionais é essencial para conquistar o emprego sonhado. 

A seguir falamos sobre o que é uma carta, como fazê-la, quais pontos não podem faltar e dicas para fazer a sua melhor carta. Siga com a gente!

Índice – Clique e decida por onde começar a leitura!

  1. O que é a carta de apresentação?
  2. Qual é a diferença entre currículo e carta de apresentação?
  3. Quais são os tipos de carta?
  4. Passo a passo para fazer a melhor carta
  5. Destaque-se no processo: 6 dicas infalíveis
  6. O que evitar na hora de redigir a carta ideal?
  7. O que é uma carta de referência do emprego anterior?
  8. 4 modelos de carta para se inspirar: Jovem Aprendiz, estágio, primeiro emprego e emprego
  9. Carta de apresentação em inglês: como fazer?
  10. Como enviar a carta de apresentação?
  11. Qual é a melhor formatação?
Mulher jovem em uma mesa de trabalho pensando. Imagem ilustrativa sobre carta de apresentação.

O que é a carta de apresentação?

Não importa se o processo para o qual está concorrendo seja de estágio, trainee, jovem aprendiz, primeiro emprego ou para outras vagas, saber escrever uma boa carta pode aumentar as suas chances em qualquer situação! 

A carta de apresentação ou motivacional funciona como um complemento do seu curriculum vitae. Logo, o texto precisa ser escrito com a mesma seriedade e não deve ser um resumo dele. Isto é, nela devem estar descritos valores e experiências que não cabem no CV.

Nele, devem ser escritas informações como: habilidades, experiências e outras características relevantes da sua trajetória. A partir disso, a intenção é convencer os avaliadores de que você é a melhor opção para aquela vaga. 

Entenda a diferença entre a carta de apresentação e o currículo

O curriculum vitae atua como a primeira introdução de um candidato aos recrutadores de um processo seletivo. Neste documento são inseridas informações de contato, histórico profissional, habilidades, formações educacionais, e idiomas. 

Já a carta de apresentação funciona como um complemento do CV. Ou seja, nela se fala um pouco mais sobre a sua trajetória, descrevendo as principais experiências e enfatizando o que te melhor opção para o cargo que está sendo oferecido. 
Ao enviar os dois documentos, o objetivo é atrair a atenção do setor de RH, convencendo-os a chamá-lo para a seguinte etapa: a entrevista.

Quais são os tipos de carta de apresentação?

Mesmo que as cartas motivacionais sigam um padrão de texto, elas podem ser escritas em diferentes contextos. Por exemplo, elas podem ser ferramentas consideráveis de networking, uma resposta a um edital de inscrição ou mesmo espontâneas. Confira os exemplos abaixo:

  • De candidatura espontânea: são enviadas a fim de que o setor de Recursos Humanos te mande mais informações sobre processos seletivos que estejam abertos, por exemplo;
  • Para networking: neste caso, você envia uma breve carta para seus contatos profissionais para que eles te recomendem processos seletivos que estejam abertos no mercado;
  • Resposta a uma proposta aberta: quando você vê um anúncio de vaga aberto e se candidata, pode agregar uma carta motivacional explicando por que é o melhor profissional para aquele posto. Este é o modelo mais utilizado e sobre o qual nos aprofundamos neste texto;
  • No e-mail: quando você não envia uma carta em si, ou seja, um documento anexado. Mas, ainda assim, se apresenta no corpo do e-mail em que enviará seu curriculum vitae. Esta é uma boa opção quando uma carta não é obrigatória.

É válido lembrar que cartas de referência não são o mesmo que cartas de apresentação. As de referência são cedidas por pessoas que trabalharam com você e, por isso, te recomendam à outra empresa. Elas devem exaltar suas qualidades e afirmar que você é capaz de exercer plenamente os requisitos pedidos, por exemplo.

Mulher digitando em notebook. Imagem ilustrativa sobre carta de apresentação.

Passo a passo: escreva a melhor carta de apresentação

Assim como os currículos devem ser adaptados de acordo com cada candidatura, é importante que a carta não seja a mesma para todos os processos. Mas, apesar do conteúdo ser alterado de acordo com cada situação, a estrutura é basicamente a mesma:

  • Primeiro parágrafo: chama a atenção dos recrutadores;
  • Segundo parágrafo: explica por que e como você pode ajudar a empresa;
  • Terceiro parágrafo: justifica como você combina com a empresa e conclui as ideias.

#1 Insira os dados do destinatário

As primeiras linhas da carta devem conter os seguintes dados: 

  • A/C (abreviatura de “aos cuidados”) + nome da pessoa responsável no RH
  • Cargo que essa pessoa ocupa
  • Nome da empresa
  • Endereço
  • Cidade/Estado

Exemplo:

A/C Maria de Souza 

Diretora do setor de Recursos Humanos

Empresa XYZ

Avenida Brasil, nº 10

Rio de Janeiro/RJ

#2 Escreva a introdução

No primeiro parágrafo, deve ser introduzida a carta, com informações sobre quem é você, o que faz, o que estudou e por que tem interesse por aquela vaga em específico. 

Exemplo:

Com 7 anos de experiência em gestão de mídias sociais e produção de campanhas de marketing para empresas de energia solar, pós-graduação em Marketing Digital pela ESPM e cursos de longa duração de SEO e técnicas de Growth Marketing, acredito que minhas vivências podem contribuir e gerar valor para a empresa XYZ. Ao encontrar o anúncio para a vaga de Diretora de Marketing Digital no LinkedIn, notei que meus conhecimentos estão diretamente relacionados às competências pedidas e são adequadas para o cargo. 

#3 Contextualize: como você pode contribuir sendo contratado?

Já no segundo parágrafo, você deve pensar no seu marketing pessoal. Com isso, se promova a partir das suas vivências e dos desafios encontrados e solucionados nos empregos anteriores. Escreva por quais motivos aquele cargo deve ser seu e quais diferenciais você pode agregar sendo contratado.

Exemplo:

Devido às minhas habilidades de liderança de equipe e comunicação eficaz, sou capaz de inspirar e motivar equipes, mesmo diante de adversidades ou cenários complexos. Além disso, tenho grande conhecimento em ferramentas do Pacote Adobe e prática em plataformas como WordPress, Google Analytics, Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn. Coordenando campanhas para a empresa ABC, em campanha com analistas de tráfego, promovi o aumento dos lucros do e-commerce em 40% em X meses.  

#4 Explique suas motivações e agradeça

Por último, é hora de explicar por que aquela vaga te interessa. Deixe claro o motivo que faz de você o melhor candidato, diga como trabalhar na empresa atuando naquele cargo pode te ajudar a crescer enquanto profissional. 

Exemplo:

Assumir este cargo é uma excelente oportunidade para aplicar as técnicas mais atuais de marketing digital do mercado, gerando resultados positivos para a XYZ, aumentando lucros e o número de compradores ativos. 

Estou segura que minhas habilidades e competências podem agilizar este processo. Agradeço seu tempo e consideração e me coloco à disposição para uma entrevista.

#5 Finalize com sua assinatura

Por fim, lembre-se de assinar seu nome e incluir seus contatos. Confira:

Atenciosamente, 

Joana Sousa

(DDD) 9 1111 1111

joanasousa@meuemail.com 

Extra: Se você foi indicado por alguém que já trabalha na empresa, é interessante citar o nome desta pessoa na carta. Dessa maneira, você se destaca pela referência e tem ainda mais chances de seguir no processo seletivo.

Repassando: elementos que não podem faltar

Depois te explicar cada passo para fazer uma carta, relembramos abaixo o que você não pode deixar de colocar nas suas cartas. Veja:

  • Endereço do destinatário;
  • O nome da vaga e como soube dela (indicação, redes sociais, site de empregos);
  • Uma explicação de por que você é compatível com aquele cargo, alinhando isso aos pré-requisitos do anúncio;
  • Despedida cordial e agradecimento;
  • Data e informações de contato atualizadas.
Menina sentada em um parque escrevendo no caderno. Imagem ilustrativa de carta de apresentação.

6 dicas infalíveis para a sua carta de apresentação

Para sair na frente dos concorrentes, não basta produzir uma carta bem estruturada e de acordo com a vaga. Lembre-se: você deve mostrar que é o melhor ali. Por isso, também é importante estar atento às seguintes dicas:

#1 Use a cultura da empresa a seu favor

Na hora de ler o documento com informações sobre como se inscrever a uma vaga, preste atenção à descrição do cargo. Nela, estão os principais aspectos que você deve ter como objetivo ou perfil. 

Além disso, estude sobre a empresa! Caso ela possua redes sociais e website, acesse os canais e descubra qual a postura dela no mercado. E se ela tiver um perfil no LinkedIn, acesse a área dos funcionários e descubra o que eles têm em comum.

Por exemplo, se a sua intenção é trabalhar na área de Marketing da Coca-Cola, perceberá que os funcionários possuem um perfil mais alternativo, estão sintonizados às tendências e são criativos. Então, pense como adicionar as suas características que se relacionam a isso e chamar a atenção dos recrutadores. 

#2 Não cometa erros de português ou digitação

Ao escrever com erros de ortografia, concordância ou de digitação, a impressão que fica é de que não houve um cuidado na hora de revisar sua carta. E isso pode afetar a imagem que você pretende projetar para a empresa. Então, lembre-se de revisar! E também peça a alguém próximo que leia e te dê um retorno. Assim, você evitar a possibilidade de cometer erros como esses. 

#3 Prefira uma formatação mais tradicional

Para a maioria dos cargos, a formatação tradicional é o mais recomendado. Ou seja, utilizar papel branco, texto em preto e optar por uma fonte em tamanho e estilo legível é essencial. 

Por isso, sugerimos as fontes Arial, Times New Roman ou Georgia em tamanho 11 ou 12. E os modos negrito e itálico não devem ser usados em excesso para não prejudicar a leitura. 

Já sobre a linguagem, é importante levar em conta o estilo da empresa. Se o tom for mais jovem, não há problema em ter um vocabulário menos formal. Já se a sua área for relacionada a advocacia ou contabilidade, a formalidade é mais indicada. 

#4 Copiar e colar a carta de apresentação não vale

Sabemos que fazer uma carta de apresentação para currículo pode parecer complicado. Mas, mesmo assim, lembramos que copiar e colar modelos de carta da internet sem fazer alterações não é uma boa opção. Isso porque são as suas experiências que fazem a diferença na hora de conseguir o emprego. 

E, ao utilizar uma carta padrão, não é possível ver o que te faz a melhor opção. Além do mais, avaliadores estão acostumados a ler esses documentos e podem notar rapidamente quando uma carta não é original. Então, fique atento!

#5 Escreva tudo em apenas uma página

A objetividade é palavra-chave quando o assunto é processo seletivo. Dessa forma, saber o que quer é fundamental na hora de escrever o currículo e a carta. Esta deve conter entre 150 e 500 palavras.

O objetivo é enfatizar seus pontos fortes e convencer o RH a chamar você para a próxima etapa, que é a entrevista. Então, o ponto abaixo deve ser lido com atenção!

#6 Deixe pontos negativos de fora da carta de apresentação

Mesmo que você não cumpra com todas as características que aquela vaga pede, não diga isso na carta ou no CV. Afinal, se o princípio desses documentos é exaltar as suas capacidades de atuar naquele cargo, esse tipo de conteúdo negativo pode afetar sua credibilidade. 

Normalmente, o momento em que pontos fracos e fortes são abordados é a entrevista. Então, esteja preparado para falar sobre tais informações na seguinte etapa. 

Jovem editando o currículo para estágio no celular e no notebook.

O que evitar na carta de apresentação?

Após ler as seis dicas essenciais, confira abaixo o que é melhor evitar na hora de redigir a sua carta de apresentação. Com isso, você evita constrangimentos ou recusas. Continue lendo!

Linguagem informal

Tratar os recrutadores com formalidade demonstra seriedade e credibilidade.  Por isso, lembre-se de evitar abreviações, gírias ou linguagem coloquial. O mesmo vale para cumprimentos e saudações: dê preferência a termos como “Prezados/Prezada/Prezado” em vez de “Bom dia/Boa tarde”. 

Pretensão salarial

Falar sobre sua pretensão salarial não é uma boa ideia logo de início. Uma vez que esta atitude pode fazer com que o RH pense que você só se interessa pelo posto devido ao salário. Sendo assim, procure falar sobre isso em uma entrevista ou mesmo após esta etapa do processo. 

Não ultrapasse uma página

Se isso acontecer, recomendamos que você revise todo o conteúdo escrito e corte algumas informações. Afinal, os avaliadores não possuem tanto tempo para ler grandes textos ou cartas pouco objetivas. Logo, suas oportunidades de seguir para a entrevista diminuem.

O que é uma carta de referência do emprego anterior?

Ao sair de um emprego com carteira assinada, é possível receber uma carta de referência assinada pela empresa em que trabalhou. Independente do motivo pelo qual está saindo, como demissão ou dispensa. 

Este modelo de carta é diferente das cartas de apresentação e pode ser utilizado como um complemento, se os recrutadores pedirem referências. Então, atente-se a esse detalhe: só envie se for pedido. Caso contrário, não anexe o documento

Geralmente, as empresas pedem cartas de apresentação e não de referência. Afinal, a primeira funciona tem o objetivo de complementar o CV e demonstrar como você é o melhor candidato(a). 

Por isso, deixamos abaixo um exemplo do modelo de carta de referência. E se a sua relação com o empregador anterior era boa e você não recebeu este documento quando saiu do último trabalho, vale a pena entrar em contato com o RH e pedir uma. Confira o exemplo:

Declaramos para os devidos fins que o Sr./ a Sra. ____________________, inscrito(a) sob o CPF nº ________________, portador(a) da CTPS ___________________, foi nosso(a) colaborador(a) entre __________ e _______, exercendo a função de ____________ como seu último cargo na nossa empresa. Não consta em nossos arquivos nada que desabone sua conduta profissional. Atestamos que está apto(a) para desempenhar uma nova função em outra empresa. 

Nome da cidade, ____ de _________ de ______.

____________________________

Assinatura da empresa

Modelos de carta de apresentação para se inspirar

Abaixo apresentamos alguns modelos de cartas motivacionais para você se inspirar na hora de escrever a sua!

É válido lembrar que copiar e colar os exemplos de carta de apresentação sem alterar as informações pode te atrapalhar no processo seletivo. Então, tenha em mente os seus objetivos e conquistas e adapte o documento de acordo com isso.

Carta de apresentação para Jovem Aprendiz

Prezada (nome da pessoa responsável pelo processo seletivo),

Gostaria de me candidatar na modalidade de Jovem Aprendiz para a vaga de (inserir cargo de Jovem Aprendiz proposto), a qual foi divulgada através do Centro de Integração Empresa-Escola de (nome da cidade). Segue em anexo meu curriculum vitae para avaliação.

Atualmente, curso o _____________________ (inserir nível de escolaridade). Além disso, também realizei cursos de ___________________ (podem ser de idiomas, técnicas ou de curta duração que tenham a ver com a vaga) e estou estudando para __________ (por exemplo, conseguir uma vaga em alguma universidade específica). Futuramente, tenho a intenção de seguir carreira como ________________, na área de _______________, por meio da graduação em _________________.

Entre as minhas qualidades, posso destacar a organização, a capacidade de liderança e a facilidade de aprendizado. Acredito que utilizando esses pontos fortes posso contribuir para o trabalho na empresa, auxiliando-o a alcançar objetivos e metas. E, com essa oportunidade, também poderei me desenvolver enquanto cidadão e profissional.

Deixo clara o meu interesse pela oportunidade de fazer parte da sua equipe e estou à disposição para possíveis dúvidas. 

Atenciosamente, 

Nome completo

Telefone para contato

E-mail

Carta de apresentação para estágio

Seu nome

Estágio em design gráfico

Número para contato

E-mail

Link para o LinkedIn e/ou para um portfólio online

Prezado (nome do responsável pelo processo seletivo),

Seu diretor de conteúdo, Flávio Monteiro, sugeriu que eu me candidatasse à vaga de estagiária em design gráfico. Há quatro anos que venho desempenhando trabalhos enquanto freelancer de redes sociais para empresas da região e Flávio acredita que minhas artes gráficas seriam de grande relevância para o perfil da sua empresa.

Minhas artes proporcionaram um aumento de cerca de 40% de seguidores e 80% no número de vendas online para as marcas que gerenciei. Além disso, possuo um portfólio virtual que pode ser acessado através do link anexo acima. 

Também afirmo que estou amplamente de acordo com os valores e a missão da empresa e pretende me comprometer com a sua cultura para gerar melhores resultados a curto e longo prazo. 

Tenho grande interesse em participar de uma entrevista de emprego e me coloco à disposição para eventuais dúvidas. 

Atenciosamente, 

Seu Nome

Carta de apresentação para primeiro emprego

O Candidato de Sucesso preparou um texto super completo sobre carta de apresentação para primeiro emprego. Confira clicando aqui!

Seu Nome

Cargo que pretende ocupar

Telefone para contato

E-mail

Link para perfil no LinkedIn (caso possua um)

Aos cuidados do(a) recrutador(a) da ___________________ (nome da empresa).

Estou encantada pela oportunidade de trabalhar para __________________ (nome da empresa) como ________________ (cargo disponível). Concluí minha graduação em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina em _________________ (data de conclusão do curso), onde me formei com coeficiente 9.0 e atuei como Diretora Executiva da empresa júnior do curso por dois anos. 

Acredito que minhas habilidades de comunicação eficaz, empatia e proatividade podem contribuir para a sua empresa. E adoraria ter a possibilidade de trabalhar na minha área, lidando diretamente com grandes nomes do setor.  

Agradeceria se pudesse falar sobre o que aprendi e de demonstrar que sou a candidata certa para esse cargo.

Atenciosamente, 

Seu Nome

Carta de apresentação para emprego

Nome da pessoa responsável pelo processo seletivo

Cargo desta pessoa na empresa

Nome da empresa 

Endereço da empresa

Estimado Nome do Recrutador, 

Entre em contato para expressar meu interesse na vaga de gerente comercial, anunciada pelo LinkedIn da ______________________ (nome da empresa). Creio que as minhas habilidades e competências são adequadas para a posição e acredito que posso auxiliar para elevar consideravelmente o nível de satisfação dos clientes da sua conceituada companhia. 

Minha atitude profissional é focada em resultados. O que pode ser comprovado pelo meu histórico de sucesso com crescimento médio de 45% no número de vendas da empresa onde trabalhei nos últimos três anos. Durante este período, também fui responsável por treinamentos e qualificações da equipe de vendas. 

Estou seguro de que posso fornecer os resultando que estão buscando. E tenha grande interesse em participar de uma entrevista presencial para que possa comentar meu percurso na área comercial. 

Agradeço sua consideração.

Atenciosamente, 

Seu Nome

E-mail profissional

Telefone para contato

Homem lendo seu currículo antes de uma entrevista. Imagem ilustrativa de soft skills e hard skills.

Carta de apresentação em inglês: como fazer?

Viver fora do Brasil é um grande sonho para muitos. Por isso, quem tem a intenção de conquistar um emprego em outro país precisa ter em mãos um currículo e uma carta de apresentação em inglês excelentes. 

Além de ser uma exigência em diversos processos seletivos para estágios e empregos no exterior, ela é uma ótima forma de agregar valor e credibilidade à sua trajetória profissional. 
Isso porque, quando um concorrente envia uma carta de apresentação em inglês, ele demonstra conhecimento da língua. Quer aprender a fazer a sua? Confira o nosso artigo super completo sobre currículo em inglês e não perca mais tempo!

Como enviar a sua carta de apresentação?

Atualmente, muitos processos seletivos são feitos de forma virtual. Com isso, os currículos e cartas de apresentação costumam ser enviados por e-mail ou em bancos de vagas e a entrevista é feita via plataformas de videochamada. 

Por e-mail

É importante prestar atenção quando for enviar seus documentos. Veja se no edital para a vaga há algum assunto que precisa ser escrito no e-mail. Como por exemplo: “Vaga de estágio 2021”.

Outra possibilidade é acrescentá-la no corpo do e-mail em que for enviado o CV, caso não seja obrigatório o envio de uma carta em anexo.

Banco de vagas

Quando é pedido que a carta seja enviada via banco de vagas, atente-se ao formato pedido. Isso porque, alguns sistemas registram como inválidos arquivos em outros formatos que não o sugerido no edital de emprego.

Pessoalmente

Já se os recrutadores pedirem que ela seja entregue diretamente na empresa, imprima a carta em formato A4 e folha branca. E, de preferência, leve este documento junto ao curriculum vitae, ambos em um envelope de papel pardo com o seu nome.

Qual é a melhor formatação para uma carta de apresentação?

Quando o assunto é formatação de cartas de apresentação e currículos, a máxima “menos é mais” é válida. Portanto, evite muitas cores que contrastem e prefira letras mais formais.

Sobre o formato, é recomendado salvar o documento em PDF. Assim, as configurações não se alteram, independente do tipo de sistema que esteja instalado no computador do avaliador.

Já sobre o tipo de letra: Montserrat, Arial ou Times New Roman são recomendadas. No tamanho 11 ou 12.

Agora que você já leu sobre como fazer a sua carta de apresentação e conferiu as nossas sugestões, é hora de praticar. Então, abra o seu programa de edição de texto e dê o seu máximo. A Equipe da Candidato de Sucesso te deseja boa sorte!