Dois colegas de trabalho fazendo networking.
Categorias:

Networking: a prática que te levará mais longe na carreira

 

 

Ter uma boa rede de contatos é fundamental no mercado de trabalho. Seja para buscar novas oportunidades, ampliar o número de vendas ou mesmo para fazer uma parceria comercial. Por isso, quem busca crescer profissionalmente precisa estabelecer um networking forte.

Depois de participar de processos seletivos, enviar currículos, escrever cartas de apresentação e participar de entrevistas, você finalmente chega aonde queria.

No entanto, alcançar sucesso não depende apenas de ser um profissional competente. Mas também dos relacionamentos que são construídos ao longo da sua trajetória.

Então, se a sua intenção é aprender como começar a realizar essa prática, continue a leitura!

Índice – Não perca mais tempo!

  1. O que é networking ou network?
  2. Por que ele é importante para a sua vida profissional?
  3. Tipos de networking: qual é o seu?
  4. Como construir a sua rede de contatos naturalmente?
  5. Cinco dicas para ser notado(a) com um bom network
Ilustração de uma rede de contatos, network.

O que é networking?

Mesmo que o termo “networking” soe complicado ou seja uma nova palavra para você, afirmamos que compreendê-lo não é difícil. Isso porque, seu significado é algo muito conhecido e utilizado no dia a dia do mundo corporativo

Em inglês, “net” significa fazer redes e “work” quer dizer trabalho. Portanto, o network nada mais é do que a rede de contatos que você constrói durante a sua carreira. E praticar networking é trabalhar com essa rede, movimentando-a e tornando-a eficiente

Por que o networking é importante para a vida profissional?

Manter conexões ativas é uma excelente maneira de fazer com que as chances de sucesso aumentem. Além do que, com isso, se torna mais fácil aprofundar relações com clientes, produzir novos projetos, realizar parcerias, tornar a sua empresa mais conhecida e estabelecer uma boa colocação no mercado a partir disso. 

Dessa forma, se torna claro que um ciclo social em constante desenvolvimento pode levar o seu trabalho a mais espaços. Logo, é importante que a prática o network seja parte da sua rotina. Para te ajudar nesse processo, comentamos alguns tipos de rede abaixo.

Três pessoas em um ambiente de trabalho alegre, conversando.

Tipos de networking: qual é o seu?

Há diferentes maneiras de se relacionar com as pessoas a fim de estabelecer contatos. Por isso, é preciso estar atento a qual tipo se relaciona melhor com os seus objetivos. Veja:

Networking de marketing

Muito presente na rotina de vendedores, este tipo pretende estabelecer uma rede para vender e divulgar os produtos de uma dada empresa. A partir dele são realizadas ações que expandam o alcance da instituição e, com isso, gerem mais lucros, ao conquistar públicos. 

Networking empresarial

Aqueles que empreendem devem estar sempre atentos à forma como a sua rede de conexões se estabelece. Uma vez que não é tão útil ter uma ampla teia de contatos se ela não corresponde com aquilo que é desejado pela firma, por exemplo.

Portanto, ter uma boa rede é essencial para dar forma ao negócio. E com isso, aprimorar as oportunidades de crescimento. Assim, foque em parceiros que tenham visões alinhadas à sua e possam contribuir para trocas de conhecimentos.

Networking pessoal 

A intenção deste tipo é melhorar o seu marketing pessoal, promovendo a sua imagem para os contatos estabelecidos. Para isso, você deve estabelecer uma marca pessoal. Isto é, enfatize o que você tem a oferecer e qual o seu objetivo. 

As redes sociais são grandes aliadas deste network. Utilize o LinkedIn a seu favor: faça conexões, comente publicações, esteja atualizado e publique suas conquistas!

Como construir o networking naturalmente?

É comum que associem o network a uma maneira forçada de estabelecer relações profissionais. Mas isto nem sempre é verdade. Por isso, propomos que as redes sejam construídas com tempo e honestidade a partir de pequenas práticas cotidianas. 

Também ressaltamos a relevância de entender tais atitudes como uma relação de troca. Ou seja, fazer networking também é compartilhar experiências e informações. E, para tal, não importa necessariamente a quantidade de contatos, mas a qualidade deles para o seu negócio.

Seja participativo(a)

Oportunidades de ampliar a sua rede não aparecem sozinhas, você deve criá-las. Desse modo, é fundamental participar de eventos que tenham a ver com a sua área de trabalho: feiras, fóruns, meetups, cursos, palestras, workshops entre outros. 

Fazendo isso, você não só aprende as novidades e tendências do seu nicho, mas também conhece pessoas que têm o mesmo interesses. Já dentro da empresa, marque presença nos encontros e se mostre interessado pelas qualificações oferecidas.

Saiba trabalhar colaborativa e criativamente

A partir disso, as pessoas ao seu retornar notarão que você é um bom parceiro de equipe. Também perceberão que você encontra saídas criativas para problemas antigos, por exemplo: uma excelente soft skill.

Demonstre que é útil 

Ao ajudar as pessoas ao seu redor, você se mostra como um companheiro útil e com quem os colegas podem contar. Mas lembramos que o ato de oferecer ajuda deve ser honesto e não por interesse.

Mulher jovem fazendo network pelo computador.

5 dicas para ser notado(a) com um bom network

Depois de entender melhor como funciona esse processo de criar contatos e mantê-los ativamente, é hora de conferir as nossas dicas para se destacar no ambiente de trabalho. Seguindo os passos abaixo você chegará ainda mais longe!

#1 Qual o seu objetivo? Defina e foque

No tópico sobre tipos de network você deve ter notado que há diferentes alternativas para direcionar suas ações. A partir disso, foque no que acha mais válido e perceba os seus públicos para alcançar resultados mais eficazes!

#2 Crie redes sociais e seja ativo(a)

Não é necessário estar presente em todas as redes, mas naquelas que estão mais ligadas à sua área e ao ambiente profissional. Por exemplo, o Twitter e o Instagram não indispensáveis para pessoas que trabalham com advocacia, mas para quem trabalha com marketing digital, sim. 

Já o LinkedIn pode ser considerado obrigatório para a maioria das profissões, por exemplo. Portanto, estude em quais plataformas estão os seus “alvos” e esteja presente nelas. Para se sobressair, confira o próximo tópico. 

#3 Saiba promover a sua marca pessoal

Não basta ter perfis no Facebook, LinkedIn ou Twitter, é preciso criar conteúdos direcionados e originais. Isso porque o conteúdo está diretamente conectado à forma como os outros percebem a sua imagem.

Ao compartilhar ideias, você tem chances de chegar a mais pessoas e aumentar a rede. E assim, as pessoas irão passar a associar o seu perfil a certos temas e assuntos.

#4 Estabeleça um plano de execução

Para promover a sua imagem e estar presente nas plataformas digitais de network, estabelecer um plano de execução pode te ajudar muito. Afinal, é comum deixarmos nossa promoção pessoal para um segundo plano frente às atividades do trabalho. 

E, ao criar um calendário de ações para desenvolver a prática do networking, você passa a priorizá-la. Por exemplo, crie um documento no Excel ou no Google Planilhas onde irá colocar os objetivos, metas e prazos. 

Dessa maneira, é mais fácil visualizar os eventos que participará, os lugares que frequentará e os conteúdos que irá produzir para as redes sociais. A partir dos resultados, lembre-se de ir adaptando o plano, melhorando-o constantemente. 

#5 Ative e mantenha sua rede de contatos

Se você participou de um evento em que fez contatos, não se esqueça de se aproximar deles depois. Para isso, vale adicionar as pessoas nas redes sociais ou mesmo enviar um e-mail para que elas se lembrem de você e das suas propostas. 

Agora que você já aprendeu o que é networking, por que ele é importante, assim como os tipos e aplicações dessa prática, nós esperamos que você se sinta confiante para começar!

4 comentários em “Networking: a prática que te levará mais longe na carreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *